Cartas d'ela., Uncategorized

Memories

Aqui estou eu e a minha ingrata memória.  Que olhos têm a minha memória. Que olfato. Trombo com ela toda vez que me esquivo das lembranças que me levam até você. Eu não queria abrir aquele armário, e a memória puxou meu braço e pousou sobre ele a camiseta que você esqueceu ali. Eu, que sou esperta, dobrei com cuidado para jogar no fundo da mala, mas a minha memória – que é sacana, a gente sabe – puxou o meu nariz roçou no tecido, soltando um perfume. O perfume, sabe, é serviçal da memória. Vai com as mãozinhas puxando e repuxando as coisas que eu podia passar sem lembrar.

A memória, essa sádica, vê graça em brincar de lusco-fusco comigo: ela quase me faz esquecer para, de repente, reconstruir com detalhes o formato do seu rosto e da curvatura da sua cintura, conforme as minhas mãos – meras serviçais da memória – registravam o ponto exato em que você se contorcia.

Os ouvidos também não são confiáveis. Eu não sei nada de música, eu nem diferencio um gênero de outro e tudo que eu consigo dizer é se gosto ou não gosto do que escuto. Eu gosto do tom da sua voz, e pra mim é tudo. Não é música, você me diria, mas eu sempre posso usar da desculpa da ignorância para dizer que, para mim, soa como se fosse.

Sinto gostos variados, mas têm combinações que me levam a você. Na realidade, o seu gosto, que eu queria lembrar toda hora, esse a memória rouba de mim. Ela sabe que eu faria de tudo para continuar sentindo. Quando resolvo tomar um chá, ela me traz a sua cerveja, e já o suficiente para me conduzir para outro dia, em que eu tocava..

Ah é, o tato… É que o sofá é de um tecido tão macio: de pijama, cobertor, eu podia só sentir a delícia que é descansar no meio da tarde, mas não dá. Todos os meus sentidos são vendidos para a memória, e a única coisa que me consola é a autonomia que meus sonhos têm: eles não obedecem a ela. Eles não dependem do que eu vivi.

Ali, e só ali, eu tenho total liberdade para ser o que combina mais comigo, especialmente nessas noites longas de inverno: um amontoado de lembranças com uma dose considerável de loucura.

 

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s