Cartas d'ela.

para o cansaço, amor.

Gosto muito de você e da sua companhia, mesmo que eu não fique tanto assim do seu lado. Ao longo dia, fico esperando o momento de chegar em casa e entrar no seu abraço, mas acabo só por esperar as suas constatações sobre o número de páginas que ainda não foram lidas. Nem sentidas. E as minhas de que tô podre. Gosto muito do seu beijo, mas tenho a impressão de que a gente não beija tanto mais. Acho que você queria, eu queria; mas é tanto cansaço, tanta vida, tantas páginas. Tá na hora, tem que sair. Não demora que fica caro. Não dou conta. Nem você. Falta braço, faltam pernas. Acho que a gente meio que se perdeu na exaustão. É tão difícil ser interessante quando a gente está cansado. E a gente sempre tá cansado, tá com pressa, tá tenso, tá com medo. Vida a dois, a sós. Vida transformada em pó. Você, ainda exausto, continua lindo. Tem café? Tem mate? Tem cafeína? Qualquer coisa que simule um apaixonado coração acelerado? Tem saudade, tem vontade? Cadê sua sombra, nem ela te acompanha mais? Capaz. Vou seguir por aí, vendo o sol nascer e dormir, todos os dias. Queria que os papéis saíssem e você ficasse. Queria que os números fugissem e você parasse. Queria que os dias seguissem e você chegasse. Você, que é mais bonito que o sol nascendo e se pondo, que eu vejo, todos os dias, no meu carro. Você, que supera qualquer café com pó de guaraná em termos de taquicardia. Você, que me abraça todos os dias enquanto eu durmo, já que eu não dou conta de ficar acordada. Você que tem nome de sol e esquenta minhas costas exaustas. Eu tô cansada, você também; mas tua presença é meu analgésico. Chega de metáfora, a sociedade tá se destruindo e você precisa me contar. Chega de rima, o mundo tá ruindo e é preciso enxergar. Tá, parei. Eu sei, eu sei: não se vive de paixão, nem de poesia. Sei também que não se vive sem paixão, nem sem poesia. Tudo bem, ainda vejo versos nos teus olhos e ainda sinto, a superar minha dor a lombar, uma vontade maluca de ficar exatamente onde você está.

dali

A persistência da memória

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s